sábado, 20 de novembro de 2010

PC XT será restaurado em breve...



Já consegui um pc xt do jeito que eu queria: clone do original, assim como é o monitor, um clone feito pela Microtec.

O pc tava morto, mas depois de algumas horas de trabalho, eis o resultado:




Assim que eu terminar meu mestrado, eu termino a restauração dele.

Ah, só falta um teclado. Alguém possui para doação?

:)

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Um belo achado: monitor CGA do PC XT.




Essa eu não poderia deixar de registrar: salvei esse monitor cga num lixão aqui em Vitória. A placa interna está perfeita, mas ainda não o testei pois não tenho um pc funcional para isso. Não importa, agora eu só preciso de um gabinete que seja clone do PC XT original da IBM... :)

domingo, 25 de julho de 2010

Parati BX



Parati 1.3 BX, motor de fusca... :p

sexta-feira, 4 de junho de 2010

4 de Junho: Killdozer day, uhuuuu!!!



Tô com mais preguiça que o Tabajara (blog: o pior do meu mau humor), que escreveu: "To com preguiça de escrever, vou copiar aqui o texto do Luciano Sturaro do http://www.crashcomputer.tk que ja resume tudo que eu queria dizer sobre o nosso heroi Marvin! :D"

Então copiei tudo, mas acertei uns erros, heheh:

No dia 4 de junho de 2001, o tiozinho Marvin Heemeyer que morava em Granby, Colorado e era dono de uma oficina mecânica, botou pra quebrar.

Um departamento qualquer lá da prefeitura de Granby achou que a área ao lado da oficina do tiozinho poderia receber uma fábrica de cimento. O senhor Heemeyer, ao perceber que a fábrica iria melar com sua pequena oficina e que isso seria péssimo para seus negócios, iniciou uma batalha contra a prefeitura.

Heemeyer tentou todos recursos legais e não deu em nada porem não desistiu, fez um tipo de petição com assinaturas de seus amigos e familiares, tentando através da petição mudar a idéia da prefeitura.

Sem qualquer sucesso, e sem perspectiva e mais puto qualquer um possa ficar o tiozinho meteu o pé no balde. Ele se trancou em sua oficina por 6 meses e construiu o veiculo blindado que causa inveja em qualquer encouraçado. Sua máquina de vingança era um trator de esteiras modificado, com uma blindagem feita com duas placas de aço de 1/2 polegada e preenchido com concreto no meio. Um verdadeiro cofre ambulante sobre esteiras.

Como já falei acima, no dia 4 de junho provando que ele tinha uns culhões a mais de que qualquer um de nós, ele se trancou dentro de seu tanque, soldando a porta por dentro permanentemente, ou seja, ele não queria sair de lá vivo. Sua intenção era se vingar de todos os que de forma direta ou indireta melaram o seu pequeno negócio.

Ele destruiu:
- Um Banco
- Uma Loja de materiais de construção
- Uma fabrica de concreto
- A prefeitura
- A delegacia da cidade
- A casa do ex-prefeito da cidade.

O plano do tiozinho Heemeyer foi por água abaixo quando seu veiculo blindado e deu um problema no radiador e logo depois caiu no vão de um porão de um barracão que ele destruiu. Antes que qualquer um dos policiais pudesse chegar perto da máquina de destruição ouvi-se um tiro. O tiozinho acabara de tirar sua própria vida. Foi preciso várias horas e um maçarico para abrir a blindagem caseira.

Dentro de sua máquina haviam armas, munição a vontade, água, comida e câmeras de vídeo para visualizar o exterior do trator.

O prejuízo foi de aproximadamente 7 milhões de dólares.

Enfim o tiozinho ai teve mais culhões, mais bagos, mais qualquer coisa que qualquer um de nos para se rebellar contra o sistema.

Sua terrível máquina de destruição recebeu o nome de killdozer. Você pode encontrar mais coisas sobre este assunto usando o google ou youtube.